13
mar
07

Afrocentrismo

Esses dias estive fazendo uma pesquisa para um evento baseado na cultura negra e descobri na wikipedia (www.wikipedia.org) uma teoria super interessante chamada “Afrocentrismo”.

A idéia é mais ou menos a seguinte… Toda nossa história foi baseada no ponto de vista europeu – eurocentrismo. Isso explica, por exemplo, a posição da Europa no centro da maioria dos mapa-mundi . Todo mundo deve ter aprendido isso na escola, na aula de estudos sociais, geografia ou história. É o tal do EtnoCentrismo.

Eu particularmente sou contra todo tipo de centrismo, mas por outro lado acredito que precisamos ter referências, pontos de vista que de uma forma ou de outra e que a partir de diversas perspectivas acabam por nos dar a devida noção de espaço.

Correndo o risco de ser simplista e superficial, o afrocentrismo em suma defende a tese de que o berço do conhecimento e do desenvolvimento da humanidade não é roma ou a grécia, mas sim o Egito. E que os egípcios na realidade eram negros. Portanto, a origem de tudo não só biologicamente, mas sociologicamente esta na raça negra.

Bom, até outro dia alguém tentava me convencer que os egípcios eram na realidade alienígenas, uma civilização extra-terrestre… Então já acho essa tese afrocentrista bem possível, talvez até tese mais realista que já ouvi em relação ao Egito.

Na realidade para mim não faz a menor diferença saber qual a etnia do povo que construiu aquelas maravilhas… achei o assunto somente interessante e se alguem quiser se aprofundar basta procurar a palavra “afrocentrism” na wikipedia.

Anúncios

1 Response to “Afrocentrismo”


  1. 1 Paulo Candido
    janeiro 10, 2011 às 7:18 am

    Na verdade so me apercebi desta teoria ha bem pouco tempo, de facto Africa necessita de resgatar os seus veradeiros valores e essa idea de Afrocentrismo talvez sera um ponto de partida muito importante.

    Sou Angolano e estudante de arquitectura e urbanismo falamos das civilizacoes na perpectiva da historia de arquitectura, mas sobre civilizacao Igipcia nao falamos absolutamente nada talvez porque o professor e portugues! ou porque o programa curricular e europeu.

    Ha necessidade de trazer a verdadeira historia ao de cima e divulga-la.

    Paulo Armando


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


pedro:

  • Vou-me embora para Bahia, terra onde o mercúrio retrógrado não faz a menor diferença. 2 hours ago

colunas

www.pedrotourinho.me

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: