05
nov
07

667


em algum momento da vida temos que alugar a alma ao diabo.

conhecer o inferno de perto e lidar melhor com o real.

matar para saber o que é morrer.

caçar para não ser caçado.

se vivemos na selva de pedra, antes gato do que cão.

beber da fonte da luxúria. alimentar vaidades. inflar egos. jogar o jogo.

estar para jogo.

se tudo vai acabar, quero assistir em mesa de pista.

whisky selo dourado.

eyes of the tiger.

integridade tempo integral.

virar o jogo jogado.

não junto, mas ao lado.

.

Anúncios

3 Responses to “667”


  1. 1 Andréa
    novembro 5, 2007 às 2:26 am

    Bom, eu só não concordei com a última linha…Acho que para se estar junto é preciso caminhar ao lado, ou não?
    Essa talvez seja uma metáfora, que só a vida pode explicar, né?
    Viu, como estou uma leitora e crítica presente? Risos.
    Beijos e boa semana.
    Dedéa

  2. 2 Tuca
    novembro 7, 2007 às 12:49 pm

    Rapaz…. está usando bem a sua liberdade literária, hein!?

    gostei bastante desse…. mas sinto falta de seus texto mais concretos.

    Abs
    A

  3. 3 Pedro T
    novembro 7, 2007 às 12:53 pm

    meu irmão também reclamou outro dia pela falta das crônicas mais estruturadas!

    essa semana vou trabalhar nisso!!!

    abs!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


pedro:

  • Vou-me embora para Bahia, terra onde o mercúrio retrógrado não faz a menor diferença. 1 hour ago

colunas

www.pedrotourinho.me

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: