10
maio
08

o fenomeno

nem gosto de futebol, bola pra mim só de cristal.

mas, papo obrigatório nas mesas de bar, nos almoços de negócios ou nas piadas que correm pela internet, é impossível passar batido pelo caso de ronaldo.

não acho que tenha sido um erro, e sim um descuido.

cada um tem seu tesão e dorme, fode ou passa 3 horas num motel com quem quiser, fazendo o que quiser.

todo mundo em algum momento da vida tem um esqueleto no armário – seja ele uma amante, um amor, uma verdade, uma mentira, um travesti ou um traficante.

no caso dele obviamente o descuido saiu mais caro do que se ocorresse com um jogador da 3a divisão.

principalmente por conta dos contratos vitalícios: se alguém queria algum motivo para cancelar um contrato ad eternum de um jogador que está em baixa esse alguém conseguiu.

se eu fosse amigo de ronaldo, ou amigo dos amigos de ronaldo, faria uma campanha de tv lembrando ao povo brasileiro e a imprensa fatal a inapelável verdade: – a história de vida e o exemplo de superação de ronaldo é maior do que tudo isso.

para quem se esqueceu, vejam esse video de 2002:

a globo tem que colocar no ar o vídeo de graça só pelo audiência que ele já deu, e se a Tim fosse um pouco mais ousada financiaria a campanha ao invés de cancelar o contrato.

por que qualquer um que acompanha ou patrocina a vida de ronaldo tem obrigação de saber primeiro que ele é humano, e segundo que diante das suas inúmeras realizações esse descuido não merecerá nem um parágrafo inteiro da sua biografia.

.

Anúncios

0 Responses to “o fenomeno”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


pedro:

  • Vou-me embora para Bahia, terra onde o mercúrio retrógrado não faz a menor diferença. 1 hour ago

colunas

www.pedrotourinho.me

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: