16
maio
09

Man with Kaleidoscope Eyes

rock-n-roll-visionary-alan-aldridges-tripping-the-art-fantastic.3336265.56

Como transformar música em gravura? Som em cores? Ritmo em forma?

Só nesta última semana consegui ir a exposição Tripping the Art Fantastic, maravilhosamente psicodélica na Mr. MusicHead Gallery, Sunset Blvd, de um artista chamado Alan Aldridge. Sua especialidade: – traduzir música.

Segundo Nick Mason do Pink Floyd: “Who needs drugs when Alan is available to translate music into visual imagery?”

rock-n-roll-visionary-alan-aldridges-tripping-the-art-fantastic.3336269.56
Sua grande obra foi o livro “The Beatles Lyrics Illustrated”, lançado em 1969 e hoje peça de colecionadores. Depois disso fez muitos outros trabalhos ainda com os Beatles, Rolling Stones, fez o celebre cartaz do filme de Andy Warhol, Chelsea Girls, capas de discos do The Who, Elton John, e Incubus.

Ano passado ele lançou uma biografia/exposição/coletanea de seus trabalhos chamada “Alan Aldridge – the Man with the Kaleidoscope Eyes”, que até pouco tempo estava exposta no Design Museum em Londres. Além das gravuras, o livro contem entrevistas incríveis com a maioria dos artistas com quem ele trabalhou.

1574651631_7e0719a9a8

Conhecer o trabalho de Alan Aldridge é reviver a necessidade que aquela geração tinha de traduzir visualmente a explosão de sensações que passaram a experimentar depois da descoberta dos efeitos lisérgicos da música e da liberdade.

A exposição esta somente esta semana na Mr. MusicHead Gallery, 7511 W Sunset Blvd, aqui em Los Angeles. Mais informações sobre o artista no seu site.

Anúncios

1 Response to “Man with Kaleidoscope Eyes”


  1. maio 18, 2009 às 11:25 am

    Lindo!!! Um presente para os fãs de pop art. Eu que sou mega fã do Andy Warhol, fiquei feliz em conhecer o trabalho de Alan Aldridge. Obrigada pelo post! Concordo totalmente com o que vc diz sobre reviver através da arte as sensações de uma geração tão brilhante que reinventou a sociedade de uma forma geral, com os conceitos de liberdade que pregavam. Para minha geração, nascida na década de 80, que usufrui dessa liberdade galgada em 70, é belíssimo ter esse contato com expressões que nos transformaram tanto!
    Abraço Pedro! E tomara que os tremores não te atinjam! Sorte!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


pedro:

  • Vou-me embora para Bahia, terra onde o mercúrio retrógrado não faz a menor diferença. 9 hours ago

colunas

www.pedrotourinho.me

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: